PARTICIPE DE NOSSAS AÇÕES TRANFORME E SUA CONTRIBUIÇÃO EM UMA AÇÃO SOCIAL - DOE QUALQUER VALOR

CONTRIBUA: 9314 ITAU - 08341 2 NUMERO DA CONTA CORRENTE - deposite qualquer valor

FAÇA UM GESTO DE CARINHO E GENEROSIDADE DEPOSITE EM NOSSA CONTA CORRENTE ITAU AG; 9314 C/C 08341 2

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

decapitados e queimados em casa motivo perversos diversos entre eles: homoafetividadades do casal....


Um casal de homossexuais foi decapitado e queimado dentro de casa na madrugada desta segunda-feira (24) no Pedregal, bairro do Novo Gama (GO), região do Entorno do DF. As informações foram repassadas pelo 5º Comando Regional da Polícia Militar do Estado de Goiás.
A polícia informou que José Dalvalei Alves Pereira, de 37 anos, morava junto com um travesti, identificado até o momento somente como Camila, há mais ou menos um ano. O padrasto de Pereira afirmou que nenhum dos dois tinha envolvimento com drogas, mas que costumavam beber.
Na noite deste domingo (23), o casal teria se envolvido em uma confusão depois de tomar cerveja em um bar da região. A mãe de Pereira também informou que o filho teria recebido ameaças da vizinha nos últimos dias, porque estaria saindo com o marido dela.

A polícia prendeu nesta terça-feira Alex Brito, Carlinda de Araújo e Diego Nogueira no Novo Gama, cidade do Entorno do Distrito Federal. Eles são três dos cinco suspeitos de envolvimento na morte do cabeleireiro José Dalvalei Alves Pereira e da travesti identificada até o momento somente como Camila, que mantinham um relacionamento amoroso e foram assassinados, queimados e decapitados na madrugada da última segunda-feira. O trio foi encontrado após os policiais receberem informação sobre o paradeiro dos suspeitos.
Na delegacia, os três suspeitos negaram o envolvimento no crime, mas afirmaram que conheciam o casal. Na segunda-feira, uma criança de dez anos encontrou o facão que pode ter sido usado no crime. Agentes levaram a arma para ser periciada. As informações são do 5º Comando Regional da Polícia Militar do Estado de Goiás.
Inicialmente, os vizinhos acionaram o Corpo de Bombeiros, acreditando que se tratava apenas de um incêndio e foram os bombeiros que descobriram o crime ao chegar ao local, encontrando os dois corpos sem as cabeças e carbonizados. A ocorrência foi registrada no Centro Integrado de Operações e Segurança (Ciops), que foi chamado mais tarde, após pessoas encontrarem as duas cabeças jogadas no meio da rua, num local próximo de onde os corpos foram encontrados.
As causas do crime ainda são desconhecidas. Uma perícia foi feita na casa do casal e o laudo deve sair em até 30 dias. O padrasto do rapaz assassinado afirmou que o casal não tinha envolvimento com drogas, mas que costumavam beber e que, no domingo (23), ambos teriam se envolvido numa briga num bar da região. Já a mãe do rapaz informou que o filho teria recebido ameaças de uma vizinha por ciúmes do marido, com quem José estaria saindo.

Postagens populares

VEM SEGUIR A REDE MANDACARU RN VOCE TAMBÉM...

MIDIAS SOCIAIS COMPARTILHA...

Gostou? Compartilhe !!!

visitantes diariamente na REDE MANDACARURN